Improve the quality of life of children, adolescents and adults. Contact us →

A HISTÓRIA DA REDENÇÃO

News & Blog

Esta é uma história simbólica da qual extraímos uma lição de Natal que pode ser benéfica para nossa salvação.

Conta-se sobre um lenhador que recolheu lenha da floresta e, num dia muito frio de inverno, decidiu acender a lareira com lenha para se aquecer.

Um pedaço de madeira pediu insistentemente para não ser jogado no fogo, mas ele se recusou dizendo que não servia e havia sido preparado para esse fim.

Ele implorou, dizendo que ainda estava em boas condições, tem uma boa estrutura e não gosta de chamas e fogo.

Ele o repreendeu e o amaldiçoou dizendo: “Você não vale nada e não tem valor”.

Nesse momento, um velho respeitável interferiu na conversa e pediu ao lenhador esse pedaço de madeira esquecido, mas a recusa prevaleceu. Tudo o que o velho podia fazer era se oferecer para comprar a madeira.

O lenhador pediu uma grande soma de dinheiro e disse ao sábio ancião: “Você pagou um alto preço por algo que não vale tudo isso”.

Assim que o velho recebeu o pedaço de madeira, pegou sua faca e começou a esculpir, cortando suas bordas e limpando-o, fazendo o pedaço de madeira implorar para que o deixasse em paz, sem toda essa dor.

O velho estava dizendo de uma maneira gentil: “Espere um pouco…” continuando seu trabalho de esculpi-lo e perfurá-lo enquanto ele gritava de dor.

A resposta permaneceu. “Espere.”

O velho cavava mais fundo, o tempo todo pedindo paciência à madeira.

Depois de alguns minutos, o sábio começou a acariciar esse pedaço de madeira esquecido que havia sido preparado para sua morte pelo fogo.

Ele colocou a boca em sua abertura, soprando em belas melodias.
Fazia admirar o lenhador e todos os transeuntes, porque se tornava uma grande flauta de onde saíam belos sons e melodias a ponto de fazer as pessoas estremecerem ao ouvi-los.

O lenhador disse: “O que você fez com aquele pedaço de madeira? É extremamente impressionante e lindo! Posso tê-lo de volta?”

O velho respondeu: “Não, e mil vezes, não. É meu.”

Esta é a nossa história com Jesus Cristo. Esta é a lição do Natal. Estávamos todos em pecado, lançados à morte e ao fogo. Mas Cristo se recusou a nos deixar, então Ele veio à nossa terra como uma criança esplêndida, maior do que todos os sábios e idosos do mundo. Ele pagou um preço alto por nós. Ele se sacrificou, rebaixando-se de sua alta glória e assumindo um corpo como o nosso como uma cruz amarga, para elevar nossa natureza.

“Deus se fez carne para tornar o homem divino”. Ele derramou Seu sangue como um preço desde o momento de Seu nascimento em carne.

Ele subiu ao céu depois de nos reformar, sabendo que este mundo pode nos picar e podar um pouco, e pode cortar severamente nossas protuberâncias, mas no final, seremos superiores a todas as flautas do mundo. Assim, nos tornamos messiânicos em Cristo onde o Espírito Santo sopra em nós a melodia de Sua glória sabendo “que as dores do presente não podem ser medidas pela glória futura a ser conhecida em nós”.

Assim, tornamo-nos Reino, Celestial, Divino e melodias e canções magníficas louvando a Deus que Se rebaixou em panos como mortalhas, comprando-nos pelo Seu sangue gracioso através da Sua Encarnação.

Jesus nasce… Ele nasce… para que nós nasçamos Nele para sermos transformados em melodias divinas. E assim, como a procissão do Reino Celestial começa em nós a partir de agora. Um homem.

Padre Aghapios Naous – Igreja de Santo Elias para os Gregos Ortodoxos – Rabieh – Mtayleb

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *